WYATT EARP (1848-1929) | Os Grandes Mitos do Oeste no Cinema

Conheçam um pouco da biografia e da filmografia desse grande personagem da história norte-americana, que tanto foi retratado no Cinema.

BIOGRAFIA

Wyatt Earp nasceu em Manmouth, Estado de Illinois, começou dirigindo carruagens entre Overland e Santa Fé, e ficou conhecido como guarda armado da diligência de Wells Fargo, além de caçador de bisões e jogador profissional.


Entre 1874 e 1881, foi Delegado em Wichita, Dodge City e Tombstone. Nessa última cidade, no Estado do Arizona, a 26 de outubro de 1881, foi protagonista do célebre duelo a bala de O.K. Corral. Acusado de assassinato e depois absolvido, Earp deixa Tombstone e parte para Denver, no Colorado.


Foto histórica. Alguns dos mais conhecidos homens da Lei de Dodge City. Da esquerda para a direita: Xerife Charlie Bassett, Delegado Bat Masterson, Wyatt Earp, Luke Short, Frank McLean, W. H. Harris e Neil Brown.

Em 1898, quando se inicia em Klandike a corrida em busca do ouro, Earp inaugura um saloon em Nome, Alasca. Em 1927, adquire uma mina de ouro e poços de petróleo na Califórnia. Dois anos depois, em 1929, morre em los Angeles.


Os irmãos morreram antes dele: Morgan, em Tombstone, assassinado por amigos das vítimas de Wyatt, em 1882, um ano após O.K. Corral; Virgil, o primogênito, de pneumonia, em 1905; James, em 1926. Somente um, Warner, o caçula, sobreviveu.


O Historiador Stuart N. Lake comenta: "Earp foi o mais implacável defensor da lei que o Oeste conheceu".


Outro biógrafo, Walter N. Burns, atesta: "Um leão em Tombstone, de olhar sempre à espreita, rosto frio e impassível como pedra, e de uma coragem desmedida".


Reprodução da capa de Reis do Faroeste nº 1 da EBAL, que começou publicando aventuras de Wyatt Earp

PERSONIFICAÇÃO NAS TELAS: PRÓS E CONTRAS

A caracterização do personagem, a princípio, com algumas excessões, baseia-se no biógrafo Stuart N. Lake, autor de Wyatt Earp, Frontier Marshall (1931). Mesmo assim, a realidade sempre se confundiu com o mito.


Seria em vão buscar nos filmes de John Ford e John Sturges uma identidade absoluta das situações. Ford emoldurou e floreou o quadro de acontecimentos. De modo esclarecedor, ele contou a Peter Bogdanovich: "Conheci pessoalmente Wyatt Earp. Nos primórdios do cinema silencioso, várias vezes veio visitar os amigos cowboys que conhecera em Tombstone, pois um bocado deles representava conosco. earp, então, contou-nos sobre o duelo. Ao realizar PAIXÃO DOS FORTES (My Darling Clementine, 1946), filmei exatamente como ele havia me relatado. Os rivais, além de cruzar a rua e se balearem, executaram uma autêntica manobra militar".


John Sturges, na película Sem Lei e Sem Alma (Gunfight at the O.K. Corral, 1957), tentou um outro enfoque, seguindo itinerário iniciado em Dodge e concluído em Tombstone. O desempenho de Burt Lancaster como Earp caracteriza-se na rapidez das ações e na tranquilidade que demonstra em situações aparentemente calamitosas. Sturges maneja as ações dramáticas em ritmo violento, realçado pelo vigor do score musical de Dimitri Tiomkin.


Kirk Douglas e Burt Lancaster, em Sem Lei e Sem Alma

A Lei da Fronteira (Frontier Marshall, 1939), de Alan Dwan, surge bem diferente das versões posteriores, de Ford e Sturges. Earp elimina os assaltantes na diligência e os irmãos estão ausentes. Wyatt luta sozinho no duelo final, e Doc Holliday morre antes. O produtor Darryl Zanuck e Dwan justificaram tais alterações, alegando interferência de uma parente de Earp, na época residindo na Califórnia.


Jacques Torneur em Choque de Ódios (Wichita, 1955), apresenta-nos uma nova faceta do herói, que procura restabelecer a ordem na cidade-título.


A aparição de Earp em Winchester '73, de 1950, se restringe a duas sequencias muito rápidas. Na primeira, o personagem de James Stewart, Lin McAdam, ganha um rifle Winchester num concurso de tiro em Dodge City, dirigido por Wyatt Earp (Will Geer). Depois, Lin e Dutch (Stephen McNally), ainda em Dodge, tentam em vão, sacar os revólveres que haviam posto, momentos antes, nas mãos do xerife.


Will Geer como Earp, em Winchester '73

A Hora da Pistola (Hour of the Gun, 1967) é a continuação de Sem Lei e Sem Alma, do mesmo Sturges. Descreve o que se passou após o duelo de O.K. Corral, quando Wyatt foi julgado e absolvido. Sturges procura seguir uma linha de documentário, atendo-se à verdade histórica. Earp, após receber o título de Marshall, sai em busca dos irmãos Clanton, até liquidá-los.


Ao lado de A hora da pistola, Massacre de pistoleiros (1971), de Frank Perry, seria a versão mais desmistificada sobre a história de Wyatt Earp. Pela primeira vez a narrativa enfoca-se em Doc Holliday, onde todos os eventos são vistos através de seu ponto de vista. Ainda construído como um charmoso fora-da-lei, Holliday ainda é marcado pelo tom humanista antes visto no filme de Sturges. Já Earp é edificado como um personagem imoral e corrupto, tão ou mais pútrido que a família Clanton e que planeja minuciosamente o ataque empreendido no O.K. Corral.


Kevin Costner interpreta Earp, na versão de Kasdan, de 1994

As pretensões realísticas de destruir a mitologia tanto de A hora da pistola, quanto de Massacre de pistoleiros dariam força – ao lado do maior acesso à informação presente a partir dos anos 1980 – para serem realizados na década de 1990 dois importantes westerns a assumirem o tom desmistificador e investigativo: Tombstone – A justiça está chegando (1993), de George P. Cosmatos, e Wyatt Earp (1994), de Lawrence Kasdan. O primeiro assumiu referências óbvias ao western spaghetti – até pelo fato do diretor ser um italiano radicado nos EUA – e a obras anteriores do cineasta, marcadas pela ação e pela violência banais e pouca reflexão, além da estética sangrenta e extremamente barroca, a ode aos anti-heróis, a paródia ao cinema de gênero americano e os diálogos marcados por frases de efeitos por vezes tolas.


Fontes de Pesquisa: Cinemin e Obvious

-

-

CURTAM, COMENTEM E COMPARTILHEM!!!

-

-

Sigam CULT COLLECTORS:

Site Oficial: www.cultcollectors.com

Facebook: https://goo.gl/H9tnAM

Instagram: https://goo.gl/gdQ4Ut

Twitter: https://goo.gl/xr7AyT

YouTube: https://goo.gl/DHwAwW

WhatsApp: http://whats.link/cultcollectors

-

-

CULT COLLECTORS

Ser Cult É Ser Colecionador!!!

5 visualizações

© Todos os Direitos Reservados. Todas as imagens de quadrinhos, personagens, filmes, séries e etc são marcas registradas dos seus respectivos proprietários.

  • Grey Facebook Icon
  • Grey Instagram Icon
  • Grey Twitter Ícone